Por que usar uma plataforma de integração?

Por que usar uma plataforma de integração?

Integrar sistemas e informações faz parte do dia a dia de uma empresa de TI, onde a integração não é uma necessidade nova para as organizações. E você sabe por que usar uma plataforma de integração?

Uma boa parte já está, de alguma forma, integrada de alguma maneira. O ESB e vários outros tipos de integração devem funcionar, mas, por que você deve usar uma plataforma de integração?

Existem várias formas e razões par utilizar uma plataforma para integrar dados, que abordam o contexto atual dos ecossistemas de tecnologia empresarial, o desenvolvimento de tecnologias de integração e, é claro, os impulsionadores de negócios.

 Vamos entender por que uma plataforma de integração deve estar entre suas ferramentas de integração!

Entenda as 5 razões para usar uma plataforma de integração

Abaixo segue as 5 razões para usar uma plataforma de integração para integrar dados na sua empresa:

1. As organizações têm mais aplicações em uso

Há muitos mais aplicativos estão em uso. De acordo com a pesquisa da IDG, 63% dos gerentes de TI entrevistados disseram que sua empresa possui mais de 100 sistemas diferentes, enquanto 91% disseram que esse número aumentou no ano passado. Quantas integrações eles precisam gerenciar?

A conformidade com SaaS permitiu que cada setor criasse sua própria pilha de tecnologia para simplificar os processos. No entanto, quando tudo é digitalizado, as equipes cometem erros e os processos demoram.

Um dos motivos é a falta de integração: 89% dizem que não preenchem sua carteira de integração, mesmo com terceiros. 7% das empresas não possuem recursos suficientes para atender aos requisitos.

Este é um cenário em que o recurso as a service e low-code para plataformas de integração.

2. Integração não é mais uma tarefa, mas uma habilidade (skill)

As empresas podem encarar suas integrações de duas formas: como uma tarefa separada a ser resolvida com a primeira ferramenta disponível na organização; ou em sua totalidade, como competência organizacional.

No primeiro caso, é comum que cada setor trate seus requisitos separadamente, resultando em um ambiente de integração complexo, potencialmente problemático e menos seguro. Principalmente um ambiente que não garante a velocidade de implementação de novas integrações.

Na outra visão, porém, é levada à criação de um centro de competência de integração que reúna pessoas, processos e ferramentas de acordo com os padrões de integração da empresa. Com sua ajuda, as necessidades de integração da organização são atendidas e mantidas de forma adequada, padronizada e, portanto, ágil.

Independentemente do setor, toda empresa de alguma forma se torna uma empresa de tecnologia. Esse é o impacto da transformação digital, essencial para que as organizações criem oportunidades e se mantenham competitivas. Pensar em sistemas e integração de dados é a base de todas as suas iniciativas. Ele continua a trabalhar em conjunto para velocidade, menos atrito e maior consistência.

A plataforma integrada ajuda você a fazer isso. Como a ferramenta é adequada para múltiplos cenários de integração, ela possui uma versatilidade única que é essencial para uma estratégia de integração mais ampla.

3. Integração híbrida

A forma como os dados são transferidos de uma fonte para outra mudou. Se a migração foi feita de um banco de dados local para outro usando scripts SQL, hoje existem mais desafios além dos métodos de integração como APIs. Os ecossistemas incluem uma variedade de aplicativos legados no local e aplicativos de fornecedores hospedados na nuvem.

A necessidade de compartilhar dados permanece como sempre foi, mas as técnicas para fazer isso evoluíram com a mudança para a arquitetura em nuvem. E então você tem integrações que requerem uma combinação de tecnologias que incluem banco de dados para banco de dados, API para API e API para banco de dados.

As plataformas de integração são projetadas para os cenários de integração híbrida em que você deseja escrever uma grande quantidade de código personalizado sem elas.

4. Custos projetados

Os custos, especialmente os investimentos, são uma barreira para algumas tecnologias que exigem infraestrutura, pessoal e suporte. Nesse sentido, o modelo As a Service traz mais usabilidade e a oportunidade de experimentar outra solução, considerando o spread de custos.

A plataforma de integração como serviço tem, além de custos recorrentes mais baixos, custos previsíveis ao longo do tempo. Normalmente, o valor é a soma dos fluxos, solicitações e volume de dados entregues nas integrações.

5. Facilidade de uso em áreas de negócios

A integração já foi uma coisa de TI. E, de fato, esta é essencialmente uma questão evolutiva. No entanto, os negócios devem se mover rapidamente e a TI não pode ser um gargalo.

Portanto, as plataformas de integração usam recursos de baixo código. Conectores prontos para uso e design de fluxo de arrastar e soltar não apenas reduzem o tempo de implementação do fluxo e a curva de aprendizado. Desta forma, eles estendem as possibilidades de pessoas de integração para cidadãos integradores, ou seja, aqueles que não são programadores profissionais.

Quais são os tipos de integração de sistemas?

Engana-se quem pensa que só existe uma maneira de melhorar a integração de sistemas e a estratégia de desempenho. Mas você sabe quais integrações de sistema estão disponíveis?

Troca de dados eletrônicos

Esta solução é complexa porque requer um software especial para “traduzir” os dados de outros sistemas. A plataforma coleta dados de outras ferramentas e os reúne em um sistema por meio de padronização de dados e fluxo de trabalho contínuo.

Banco de dados

Nesta opção, a empresa compartilha um único banco de dados entre diferentes sistemas utilizando uma plataforma de extração de dados. A segurança dos dados deve ser constantemente cuidada para que não haja fluxos de dados e atualizações que possam causar inconsistências no banco de dados.

APIs

Finalmente, apresentamos a API, que significa Application Programming Interface. É a solução mais utilizada pelas empresas por ser moderna, oferecer excelente desempenho e facilidade de uso. Em geral, atua como uma espécie de ponte que conecta sistemas, transferindo dados de um lado para o outro de forma criptografada, segura e flexível.

Vantagens da Integração de Sistemas

A integração de sistemas e sua implementação em uma empresa são importantes para melhorar o desempenho dos negócios. Os benefícios são globais e são vistos em todas as áreas da organização. As vantagens mais importantes são destacadas:

  • Otimização de processos: os processos são simplificados porque a implementação agora é integrada. A indústria sabe exatamente o que, quando e como fazer certas melhorias nos processos e na empresa.
  • Redução de custos: ao criar fluxos automatizados e reduzir gargalos, a integração de sistemas também garante a redução de custos. Processos simples e inteligentes trazem economia e eficiência no trabalho.
  • Desempenho aprimorado: todas as operações agora são realizadas com mais precisão porque os setores se comunicam melhor e as métricas de desempenho podem ser medidas. Isso se reflete nos resultados, pois os resultados melhoram e o desempenho melhora.
  • Mitigação de erros: com dados integrados, os sistemas entendem quais etapas devem ser concluídas em um processo. Isso reduz a probabilidade de falhas ou mesmo duplicação de tarefas.
  • Integração entre indústrias: A maior vantagem é a integração entre diferentes indústrias. Isso garante uma comunicação mais eficaz, alinhamento estratégico e continuidade dos fluxos de trabalho.