Quais são as melhores práticas para implementar RPA na sua empresa?

Quais são as melhores práticas para implementar RPA na sua empresa?

Acompanhar as tendências é primordial para se manter no mercado ou não ficar estagnado no tempo. As empresas precisam conhecer as boas práticas RPA de otimização dos processos.

O RPA vem revolucionando o mercado, tornando as tarefas dinâmicas, onde robôs podem realizar as tarefas mais rápido e com mínima margem de erro.

O RPA pode estar presente em várias áreas como:

  • Serviços financeiros;
  • Contábeis;
  • Logísticos;
  • Administrativos;
  • Recursos Humanos;
  • Estoque;
  • Compras;
  • SAC.

Neste artigo reunimos as melhores práticas RPA para sua empresa.

Entenda RPA

O conceito RPA – Robotic Process Automation é uma tecnologia usada para automatizar processos repetitivos e padrão das empresas, em que robôs realizam atividades como:

  • Preenchimento de planilhas;
  • Envio de e-mails;
  • Realização de cálculos;
  • Emissão de relatórios;
  • Reconhecimento de imagens;
  • Alimentação dos mais variados tipos de sistema.

O RPA automatiza tarefas que simulam a ação humana, com rapidez, mitigação de erros e ininterruptamente.

Vantagens RPA

Para o seu funcionamento, é preciso implementar nos setores que possuem tarefas computadorizadas e padrão, podendo servir setores públicos e privados, tais como indústrias, bancos, cooperativas, áreas comercial e saúde, seguradoras, financeiras e demais áreas, sempre que estar possuírem atividades repetitivas e computadorizadas.

A automação por meio da elaboração de scripts a serem executados pelo RPA, seguindo as instruções programadas. Os robôs podem realizar em até cinco vezes mais rápido que um ser humano uma tarefa, com precisão de 100% e diminuindo erros, sempre registrando todas as ações, sendo rastreáveis e podendo encontrar facilmente.

Práticas RPA

Agora você já entendeu sobre o que é o RPA, e como usar rpa para aumentar a produtividade e suas vantagens, a implementação na sua empresa pode ocasionar vantagens para o seu negócio, independentemente do tamanho da empresa sendo pequeno, médio ou de grande porte. São eles:

Ganhos de eficiência operacional: é possível reduzir custos de mão de obra, pois a automação reduz os erros e libera os profissionais para outras atividades que depende da mão de obra. A redução de mão de obra pode ser entre 40% a 70%.

Aumento da agilidade: com os robôs, a redução de tempo no ciclo do processo pode aumentar a produtividade, podendo inclusive implementar um ciclo 24×7, já que o robô não precisa de descanso.

Maior rentabilidade: aumentar a capacidade diária de atendimento da equipe, aumentando os valores do ponto de vista financeiro. Os robôs podem fazer as tarefas mais rapidamente que os humanos.

Maior escalabilidade: o ganho de celeridade para escalar a capacidade de execução das tarefas mais simples e sem impactos.

Garantia de conformidade: aumento da consistência, segurança e acuracidade dos dados aumenta a qualidade do processo.

Melhorando de forma geral os aspectos internos, o resultado disso tudo é a melhora expressiva da experiência do cliente.

Com o aumento das entregas, velocidade nas operações, qualidade das entregas e disponibilidade, o resultado final será o cliente mais satisfeito.

Clientes satisfeitos e com melhora da sua experiência estão cada vez mais em alta, pois um cliente detrator pode prejudicar a imagem da empresa, dando espaço para seus concorrentes.

Já um cliente satisfeito será fiel e sempre procurará a empresa para adquirir novos negócios.